Corrimento Amarelo O Que Pode Ser?

O corrimento amarelado pode ser sinal de tricomoníase e vaginose bacteriana, com ou sem coceira e odor, fino ou pastoso. O corrimento amarelo esverdeado é sinal de tricomoníase. O corrimento amarelo também pode ser sinal de gonorreia e clamídia, por isso é importante investigar minuciosamente a sua causa.

O exame papanicolau (preventivo) deve ser realizado para diagnosticar a causa do corrimento amarelo. O tratamento é feito geralmente com remédios antibacterianos e antiparasitários, como Metronidazol, Secnidazol e Tinidazol, por via oral e em forma de pomada.

O corrimento amarelo é considerado normal em mulheres de idade fértil se é fino, sem mau cheiro ou irritação e vem em pouca quantidade.

Corrimento amarelo claro é normal?

O corrimento amarelo claro pode ser considerado normal se vem em pouca quantidade, sem cheiro ou irritação.

O corrimento amarelado, claro, com odor e coceira pode ser sintoma de vaginose, uma infecção bacteriana que surge a partir do desequilíbrio da flora vaginal e que é tratada com remédios antimicrobianos, como Tinidazol e Metronidazol.

Se for causado por tricomoníase, uma doença sexualmente transmissível, os remédios utilizados são os antiparasitários, como Secnidazol e Metronidazol.

O corrimento amarelo claro e sem cheiro também pode ser sinal de infecção urinária, principalmente se vier acompanhado de dor ao urinar.

Nesse caso é importante fazer um exame de urina para diagnosticar a infecção e uma urocultura para determinar a bactéria que está causando o problema e o remédio mais eficaz para eliminá-la, que podem incluir os antibióticos Nitrofen, Monuril, Ciprofloxacino e Norfloxacino.

O que pode ser corrimento amarelo esverdeado?

O corrimento amarelo esverdeado sempre é sinal de infecção vaginal, principalmente se estiver associado ao mau cheiro, coceira, irritação e dor, sintomas típicos da tricomoníase, que é facilmente tratada com remédios antiparasitários, como Secnidazol em dose única e Metronidazol.

Corrimento amarelo pastoso

O corrimento amarelo pastoso pode ser sinal de vaginose bacteriana e tricomoníase que são tratadas com remédios antimicrobianos: Secnidazol, Metronidazol e Tinidazol. Pode ou não vir acompanhado de mau cheiro e coceira.

O corrimento amarelo pastoso que se assemelha ao pus e vem acompanhado de irritação vaginal, dor e sangramento ao urinar pode estar associado com a gonorreia e a clamídia, doenças sexualmente transmissíveis que devem ser tratadas o quanto antes com antibióticos.

Corrimento amarelo com odor/mau cheiro

O corrimento amarelo com odor e mau cheiro também pode ser sintoma de vaginose bacteriana ou mesmo tricomoníase, especialmente se for amarelo esverdeado e estiver acompanhado de coceira, irritação e dor na região da pélvis.

O tratamento é feito com remédios que combatem bactérias e parasitas, como Metronidazol, Tinidazol e Secnidazol.

Corrimento amarelo com coceira

Quando o corrimento amarelo vem acompanhado de coceira é sinal de infecção. Pode indicar vaginose bacteriana ou tricomoníase, este último especialmente se o corrimento for amarelo esverdeado.

Os mesmos remédios são utilizados para o tratamento: Secnidazol em dose única, Metronidazol e Tinidazol (em comprimidos ou pomadas).

Corrimento amarelo antes da menstruação é normal?

O corrimento amarelo que vem antes da menstruação é normal se é fino e não apresenta qualquer outro sintoma irritativo. Trata-se apenas de uma mudança da coloração do muco cervical natural de toda mulher e isso pode acontecer devido à ação dos hormônios femininos.

Caso contrário, se houver mau cheiro ou irritação, pode ser sinal de vaginose ou tricomoníase, infecções que são de fácil tratamento com remédios antimicrobianos em forma de comprimidos e pomadas: Secnidazol, Metronidazol e Tinidazol.
corrimento-amarelo


Leia também:

Pomadas e Remédios para Corrimento

Corrimento Amarelado na Gravidez

Corrimento Esverdeado – O que Pode Ser

Tratamentos para Gonorreia