Gonorreia – Sintomas e Tratamento

A gonorreia é uma doença sexualmente transmissível comum, causada pela bactéria Neisseria gonorrhoeae, atingindo tanto homens quanto mulheres. Tem como sintoma marcante um corrimento amarelo em excesso e com mau cheiro, semelhante ao pus.

A bactéria se multiplica em áreas abafadas, quentes e úmidas do corpo, incluindo a uretra – canal por onde a urina é expelida, e pode atingir também vários outros órgãos e partes do corpo.

Como Posso Contrair Gonorreia?

  • A gonorreia é transmitida através do sexo vaginal, oral ou anal sem o uso de proteção com parceiros já infectados com a bactéria causadora da doença ou com qualquer outra infecção que pode ser transmitida durante a relação sexual;
  • A gonorreia também pode ser congênita – passar da mãe contaminada para o filho durante a gestação ou no parto.

Quais os Sintomas da Gonorreia?

Os sintomas mais característicos da doença são o corrimento vaginal amarelado e com mau cheiro e a saída de pus pelo pênis. Também pode afetar órgãos genitais femininos e masculinos e outras partes do corpo. Apesar disso, a gonorreia pode ser uma doença silenciosa, o que dificulta o seu tratamento.

Sintomas da Gonorreia nos Homens

  • Saída de pus pelo pênis;
  • Um dos testículos pode ficar dolorido e inchado;
  • Dor ou ardor ao urinar.

Sintomas da Gonorreia nas Mulheres

  • Corrimento vaginal em excesso, amarelado e com mau cheiro;
  • Dor ou ardor ao urinar;
  • Sangramento fora do ciclo menstrual;
  • Dores abdominais e na pélvis (região da bacia).

Sintomas da Gonorreia em Outras Partes do Corpo

  • Olhos – sensibilidade à luz, dor e pus;
  • Garganta – inflamação;
  • Reto (ânus) – sangramento, coceira e pus;
  • Articulações – dor no local, inchaço, vermelhidão e aumento da temperatura.

Gonorreia em Bebês

Quando a mãe transmite a gonorreia para o bebê durante a gestação ou parto a infecção atinge principalmente os olhos do recém-nascido, em uma forma grave de conjuntivite. A bactéria também pode atingir a corrente sanguínea e causar infecção disseminada.

Diagnóstico da Gonorreia

Procure imediatamente um ginecologista assim que os primeiros sintomas surgirem. Como a gonorreia pode ser silenciosa, o aconselhado mesmo é fazer exames de sangue e preventivos pelo menos uma vez por ano para detectar uma possível infecção e até outras doenças sexualmente transmissíveis.

O médico poderá:

  • Analisar uma amostra do corrimento da vagina ou pênis pelo microscópio, através de exames específicos para detectar a bactéria que causa a gonorreia (Neisseria gonorrhoeae);
  • Colher amostras do colo do útero, da vagina, uretra, ânus ou garganta para exames de cultura que identificam com mais precisão a presença da bactéria;
  • Pesquisar o DNA da bactéria através de exames específicos que analisam amostras de urina do paciente.

Gonorreia tem Cura?

Sim! Se a bactéria responsável pela doença ainda não se espalhou pela corrente sanguínea ou atingiu outros órgãos o tratamento é simples e consiste no uso de medicamentos antibacterianos. Mas até casos mais graves da gonorreia podem ser tratados e curados com os antibióticos.

Tratamento da Gonorreia

O tratamento da gonorreia é feito com antibióticos e envolve etapas para curar a infecção e interromper o poder de transmissão da doença.

Remédios para Tratar a Gonorreia

Somente os médicos clínico geral, ginecologista e infectologista poderão definir as etapas e a duração do tratamento, os medicamentos utilizados e suas doses. Os antibióticos mais utilizados para tratar a infecção são:

Informe os seus parceiros e/ou parceiras sexuais para também realizarem exames e começarem o tratamento, caso estejam infectados. É importante se certificar de que a doença foi curada com a realização de mais exames pedidos pelo médico.

Como Tratar a Gonorreia em Bebês

O tratamento dos bebês com mães que possuem gonorreia envolve um procedimento imediato no momento do nascimento, onde aplica-se um medicamento nos olhos do recém-nascido para evitar a infecção. Se mesmo assim a infecção ocorrer, o tratamento com antibióticos pode ser feito, sob prescrição e acompanhamento médico.

O que a Gonorreia pode Causar?

Caso não seja tratada o quanto antes, a bactéria que causa a gonorreia pode atingir a corrente sanguínea e causar infecção generalizada, que apresenta sintomas como febre, endurecimento dos músculos, feridas na pele, dores e inchaço nas articulações. Além disso, também há possíveis complicações específicas para homens e mulheres.

Nas mulheres:

  • Infertilidade;
  • Doença Inflamatória Pélvica (quando a bactéria atinge o útero, as tubas uterinas e outros órgãos do sistema reprodutor, causando inflamação, dor, riscos na gravidez e maiores chances de gravidez fora do útero).

Nos homens:

  • Epididimite (inflamação dos epidídimos, responsáveis por armazenar e transportar os espermatozoides);
  • Infertilidade;
  • Inflamação da próstata;
  • Estreitamento da uretra (canal por onde a urina é expelida do corpo).

Como Prevenir a Gonorreia

  • Manter relações sexuais (vaginais, anais e orais) apenas com o uso de camisinha;
  • Não fazer sexo com pessoas em fase de tratamento da Gonorreia;
  • É importante que todos os parceiros e/ou parceiras da pessoa infectada sejam examinados e tratados se estiverem com a doença a fim de evitar novas transmissões da bactéria no futuro.

Pode te interessar:

Tratamentos para Gonorreia

Corrimento Amarelo O que Pode Ser?

Corrimento com Mau Cheiro – Odor de Peixe

Clamídia