Remédio para Corrimento – Pomadas e Remédios

Candidíase Recorrente: É Por Isso Que Você Tem...

Colpistatin e Colpatrin são as melhores pomadas vaginais para eliminar o corrimento e seus sintomas, como mau cheiro e irritação. Entre os remédios para corrimento mais usados também estão incluídos Secnidazol, que é antiparasitário, Fluconazol, que é antifúngico e Metronidazol, que é antibiótico, todos em comprimidos.

Amplium-G também é uma pomada completa para tratar o corrimento causado diferentes tipos de infecções. Pomadas à base de tinidazol e metronidazol curam infecções parasitárias e antibacterianas, enquanto nistatina, miconazol e fluconazol são indicadas para combater infecções fúngicas (candidíase).

As causas do corrimento pode incluir doenças sexualmente transmissíveis, excesso de duchas vaginais, má higiene, contaminação por objetos ou medicamentos que a mulher esteja tomando. É importante reconhecer o tipo de corrimento para poder iniciar o tratamento.

Remédios para corrimento

Melhores pomadas

Os remédios para corrimento mais utilizados são as pomadas vaginais. As mais completas são aquelas que combatem infecções por fungos, bactérias e parasitas que estão causando o problema, como a candidíase, tricomoníase e vaginose bacteriana:

  • Colpatrin – utilizada durante 10 dias;
  • Amplium-G – utilizada entre 7 e 14 dias;
  • Metronidazol + Nistatina (Genérico de Colpatrin).

As aplicações são feitas todas as noites, antes de dormir. Outras pomadas que podem ser utilizadas são:

  • Flagyl ginecológico – indicada para tratar a tricomoníase. É utilizada durante 10 a 20 dias;
  • Metronidazol gel 0,75% – possui atividade antibacteriana e antiparasitária. É indicado geralmente para tratar a vaginose bacteriana, cujo corrimento pode apresentar cheiro de peixe. Deve ser utilizada por 5 dias;
  • Clindamicina creme 2% – indicado também para vaginose. Deve ser utilizado por 7 dias.

Remédios em dose única para corrimento

Secnidazol, Fluconazol e Metronidazol (comprimidos) são os remédios em dose única para corrimento mais utilizados.

Secnidazol é um antiparasitário indicado para tratar a tricomoníase e o corrimento verde ou amarelo esverdeado que pode surgir em decorrência da DST. Metronidazol também é indicado para tratar a infecção.

Fluconazol é antifúngico e prescrito geralmente para tratar a candidíase e o corrimento branco pastoso característico da infecção.

Remédio para corrimento amarelo

Se o corrimento é amarelo e tem mau cheiro ele pode ser sinal de tricomoníase, uma DST que causa dor durante a relação sexual e ao urinar. Para diagnosticá-lo, o ginecologista fará um papanicolau ou, em alguns casos, observará a secreção vaginal.

Remédio para corrimento amarelo esverdeado

Os remédios mais indicados no caso do corrimento amarelo esverdeado e com mau cheiro são antiparasitários ou antibióticos, como:

  • Metronidazol – antibiótico;
  • Tinidazol – antibiótico;
  • Secnidazol – antiparasitário.

Remédio para corrimento amarelo causado por clamídia ou gonorreia

Nos casos em que a paciente está com clamídia ou gonorreia, o corrimento é amarelado e acompanhado de dor e ardor ao urinar e nas relações sexuais. O tratamento é feito com os seguintes antibióticos:

Remédio para corrimento com mau cheiro

Os remédios mais utilizados para corrimento com mau cheiro são:

  • Fluconazol (antifúngico);
  • Metronidazol (antibiótico);
  • Secnidazol (antiparasitário);
  • Azitromicina (antibiótico).

Quando há mau cheiro junto ao corrimento esse é um sinal certeiro de infecção, que pode ser causada por fungos, parasitas e bactérias. É preciso, primeiro, descobrir a doença que está causando o corrimento com mau cheiro e então partir para o tratamento.

Remédio para corrimento branco leitoso

O corrimento branco leitoso sem mau cheiro e em quantidade normal é natural da mulher e não precisa ser tratado, pois faz parte do ciclo menstrual. Se o corrimento estiver em excesso e passa a se tornar um incômodo, remédios caseiros como a infusão de feno-grego pode ajudar a controlar os hormônios e diminuir o fluido vaginal.

Remédios para corrimento com coceira

Qualquer infecção vaginal pode causar corrimento com coceira. Esse, aliás, é um sintoma comum que costuma vir aliado à maioria dos corrimentos.

O corrimento com coceira causado pela candidíase pode ser tratado com Fluconazol (comprimido) em dose única e pomadas vaginais à base de miconazol, nistatina, clotrimazol, butoconazol ou tioconazol.

Quando causado por infecções bacterianas, como a vaginose, remédios em comprimidos e pomadas vaginais à base de Metronidazol, Tinidazol e Clindamicina resolvem o problema. As pomadas são aplicadas, geralmente, por 10 dias.

Infecções parasitárias, como a tricomoníase, também podem causar corrimento com coceira. Nesse caso, remédios antibacterianos e antiparasitários como Tinidazol e Metronidazol são utilizados, ambos em dose única de 2 g.

PS.: Quer saber como prevenir o corrimento? É só dar uma olhadinha em dicas incríveis!


Pode te interessar: 

Remédio Caseiro para Corrimento

Pomada Ginecológica para Coceira e Ardência

Pomada para Corrimento com Mau Cheiro

Remédio para Mau Cheiro nas Partes Íntimas

Tipos de Corrimento